O que é o coronavírus?

O Coronavírus é uma família de vírus responsáveis por causar infecções respiratórias. Como esse novo agente foi descoberto em 2019, ele recebeu o nome oficial de COVID-19. Alguns dos outros vírus dessa família são bem comuns. Porém, a grande facilidade de propagação e a sua mortalidade entre as pessoas com saúde mais delicada e presentes no grupo de risco chamou a atenção do mundo.

Assim que ele saiu da China e começou a se espalhar pelo mundo, a OMS (Organização Mundial da Saúde) decretou estado de pandemia. Uma pandemia é quando um agente infeccioso consegue se espalhar por uma grande área, como um continente ou pelo planeta todo.

Como o vírus se espalha?

O COVID-19 se espalha através do contato de secreções de pessoas infectadas, como saliva e catarro, além disso interagir com objetos que foram manuseados por pessoas contaminadas também é uma forma de se expor ao novo coronavírus.

Ou seja, ele é transmitido de pessoa para pessoa, pelo ar ou por contato com as secreções que entrem em contato com as mucosas do corpo, sendo mais comum o nariz, olhos e boca por estarem ao ar livre e por estarmos sempre tocando com as mãos o nosso rosto, mesmo que não percebamos.

 

Coronavírus maneira correta de lavar as mãos

Como se prevenir do coronavírus?

Como já dissemos que o vírus se propaga pelo e ar, secreções e contato é importante que você siga algumas regras e tenha alguns cuidados para se proteger e também aos outros.

  • Lave sempre as mãos com água e sabão de modo correto para eliminar o vírus;
  • Se não puder lavar as mãos, utilize álcool em gel 70%;
  • Quando tossir ou espirrar, já que eles podem transmitir gotículas com o vírus pelo ar, cubra a boca e o nariz com um lenço descartável ou com o braço;
  • Não utilize as mãos para cobrir espirros ou tosses, porque você pode acabar tocando em superfícies e ajudar a espalhar o vírus;
  • Evite tocar os olhos, nariz e boca com as mãos sem higienizá-las antes;
  • Não compartilhe objetos pessoais;
  • Mantenha os ambientes bem ventilados;
  • Evite aglomerações.

Com esses cuidados fica bem mais fácil de você evitar o contato com o vírus, assim como ajudar na sua transmissão. Afinal, mesmo que você seja uma daquelas pessoas sortudas onde os sintomas não se manifestam ou são muito leves, outras podem não ter essa sorte. Se você quer saber mais, a Sono Quality tem um artigo inteiro sobre como se prevenir do novo coronavírus.

Tenha consciência para se proteger e também aos outros!

Maneira correta de espirrar

Tudo sobre o coronavírus

Como lavar as mãos corretamente?

Sempre falam que lavar as mãos é importante, mas nem sempre explicam para você a maneira correta de fazer isso.

Como lavar as mãos contra o coronavírus

E sabe por que é melhor usar água e sabão?

Porque o sabão ajuda a quebrar uma capa ou membrana de gordura que a maioria dos vírus e bactérias possuem, o que acaba matando esses micro-organismos. Nos casos em que ele não quebra essa proteção, o sabão mesmo assim ajuda a remover da pele tanto os vírus quanto bactérias.

Por isso, a recomendação é dar preferência para lavar as mãos com água e sabão e só usar o álcool em gel 70% caso isso não seja possível.

Quais são os sintomas do Coronavírus?

Os principais sintomas do coronavírus são tosse, febre e também dificuldade para respirar. Além desses, a pessoa doente pode apresentar ainda dor de garganta, coriza e cansaço.

Como esses sintomas podem confundir o vírus com uma gripe, a recomendação do Ministério da Saúde é que em caso de sintomas você deve prestar atenção em como se sente. No caso de ser uma gripe leve, permaneça em casa. Se possuir febre e tosse, procure um posto de saúde. E, somente quando estiver com falta de ar você deve ir a um hospital mais próximo.

Essas medidas ajudam a evitar a superlotação dos hospitais e também a disseminação do vírus. Assim, você ajuda o sistema de saúde e quem pode realmente precisar dele, como os casos mais graves.

Melhor prevenção para covid-19

Tudo sobre o coronavírus

Quais são os grupos de risco?

Os grupos de risco do Coronavírus são pessoas que podem desenvolver os sintomas mais graves da doença e, por isso, possuem uma taxa de mortalidade maior. Assim, é importante ajudar na prevenção e proteção desse grupo composto por:

  • Idosos;
  • Diabéticos;
  • Hipertensos;
  • Quem tem insuficiência renal crônica;
  • Quem tem doença respiratória crônica;
  • Quem tem doença cardiovascular.

Por que ficar de quarentena e isolamento?

Porque é preciso para ajudar a parar a disseminação do vírus, já que quando estamos assintomáticos, ou seja ainda não exibimos nenhum sintoma, podemos transmitir o vírus para os outros.

Então, é importante que as pessoas que puderem permaneçam em casa não saiam, somente em casos de necessidade, como compras de alimentos e remédios. O resto que precisar fazer veja se é possível fazer online ou pelo telefone para evitar ao máximo o seu contato com outras pessoas.

E não se esqueça de agradecer aos profissionais de saúde e quem é essencial para fazer a cidade continuar funcionando: pessoas do transporte público, mercados, farmácias, limpeza e mais. Elas continuam se expondo para que você possa permanecer em segurança e não falte nada durante o seu isolamento.

Quarentena coronavirus

Quando devo usar máscara?

A máscara é indicada para as pessoas contaminadas, porque o vírus se espalha através de gotículas e secreções que podem ser espalhadas no ar quando a gente fala, espirra ou tosse. Profissionais da saúde, como médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, quem está cuidando de pessoas suspeitas ou já contaminadas pelo vírus também devem usar. 

O consenso é de que a população em geral não deve usar máscaras, porque devido ao alto volume de buscas, ela pode faltar para quem realmente precisa.

Além disso, as máscaras possuem uma atuação de 2 horas, depois disso sua eficiência vai caindo, e também não temos o costume de usar corretamente a máscara, porque podemos levar as mãos sem higienizar até a máscara.

Então, conscientize-se e use somente se for necessário.

Quando devo procurar o hospital?

Como já dissemos antes, procure o hospital somente quando tiver dificuldade para respirar. Assim, você evita expor outras pessoas ao vírus sem necessidade, especialmente as já presentes no hospital que são mais vulneráveis.

Todos os outros sintomas podem ser relacionados com outras doenças, como uma gripe mais fraca.

Não espalhe o pânico

Cuidado com as fake news! Não espalhe ou repasse nada que receber por WhatsApp ou outros meios sem verificar se aquilo realmente é verdade. Esse tipo de comportamento, além de ser crime, também pode colocar vidas em risco. Seja consciente!

Além disso, não compre em excesso! Quando for abastecer sua casa, lembre-se de que outras pessoas também vão precisar daquilo. Compre com sabedoria e compaixão, afinal, será que você realmente precisa de 20kg de arroz? 

Não se automedique!

Alguns médicos e pesquisas indicam que o uso de remédios para pressão e anti-inflamatórios, como o ibuprofeno, podem agravar os sintomas da doença. Mas, existem outros medicamentos que podem mascarar os sintomas ou agravá-los. Então, antes de tomar qualquer medicação tenha a orientação do seu médico.

Um dos poucos medicamentos liberados é o paracetamol para ajudar a aliviar dores e febre.

Nessas horas vale ligar para entrar em contato com a farmácia ou até o seu médico sem precisar se locomover.

tudo sobre o Coronavírus

Tudo sobre o coronavírus

Vamos nos ajudar!

Apesar de dizermos para você não sair de casa, é importante lembrar das doações de sangue. Como as pessoas estão com medo de contato, os níveis do estoque dos bancos de sangue estão muito baixos.

As regras para as doações foram atualizadas, com testes para o COVID-19 e uma triagem ainda mais rigorosa, como a proibição para doação de quem veio de regiões contaminadas ou que teve contato com pessoas com suspeita ou contaminadas.

Então, se for possível ajude doando sangue. Ah! Os bancos de sangue são seguros, afinal, eles mexem com itens extremamente delicados, que devem ser criteriosamente checados e testados e que salvam vidas.

Alguns ainda estão se voluntariando para ajudar pessoas do grupo de risco durante o período de isolamento. São atitudes simples, mas que podem fazer toda a diferença, como uma ida ao mercado ou farmácia.

Por isso, faça sua parte, lave as mãos, fique em casa se possível e cuide da sua saúde e das outras pessoas.

As fontes oficiais do Governo, o Ministério da Saúde sobre o covid-19 e o portal da Anvisa sobre coronavírus, são nesses sites. Se tiver alguma dúvida, ainda procure os canais oficiais antes.

Se cuide!


Conheça as nossas outras publicações: