De manhã, de tarde ou à noite. Bocejar é uma coisa que todo mundo faz, mesmo quando não se deve como em reuniões com o chefe, palestras e aulas.

Mas, será que o bocejo realmente é de fato o indicador de sono ou de que estamos entediados? E, se for isso mesmo, por que o bocejo é contagioso?

O que é o bocejo?

Antes de mais nada, vamos começar com: o que é o bocejo? O bocejo é uma resposta do organismo a uma baixa na oxigenação no cérebro e no resto do corpo. Quando estamos com sono, os níveis de oxigênio abaixam, assim é uma forma de aumentar a oxigenação e despertar o indivíduo. Mas, além da sonolência, também bocejamos quando estamos entediados, exaustos ou ansiosos.  Confira também: O que é sono pesado?

O bocejo é um movimento involuntário de abertura da boca, associado a uma inspiração mais prolongada e profunda. E, mesmo que você consiga fechar um pouco a boca para dar uma disfarçada, ao iniciar o bocejo os efeitos não param, porque os músculos e nervos que foram ativados continuam acionados até o bocejo acabar.

Por que bocejamos quando estamos com sono?

Nós não bocejamos somente quando estamos com sono, mas também para aliviar o estresse e o cansaço. Porque o bocejo serve como um estímulo para afastar o sono, aumentar a circulação de oxigênio no corpo.

As teorias sobre o bocejo dizem que nós bocejamos para diminuir a temperatura corporal e resfriar o cérebro, porque a temperatura aumenta quando estamos ansiosos, estressados e cansados.

Ou seja, o bocejo é uma forma do nosso corpo tentar se manter acordado e prestando atenção aos acontecimentos ao seu redor.

Por que bocejamos quando estamos com sono

O que acontece quando bocejamos?

Muito mais do que só despertar e espantar um pouco o sono, o bocejo tem outras funções. Por isso, o que acontece quando bocejamos é uma série de pequenas alterações no organismo para ajudar a gente a despertar, prestar mais atenção, regular a temperatura e aumentar o oxigênio no sangue.

Ao bocejar você aumenta a entrada de oxigênio nos pulmões, o que ajuda a estimular a circulação sanguínea e a oxigenação do corpo e do cérebro. Além disso, o bocejo também ajuda a diminuir levemente a temperatura corporal. 

A temperatura costuma se elevar quando estamos cansados e estressados, por isso, ao bocejar nós aumentamos a entrada de ar frio no corpo. É como se fosse um ventilador natural do corpo. Você boceja, o ar frio entra e com isso diminui a temperatura corporal. Descubra se dormir com ar-condicionado faz mal à saúde.

Por que o bocejo é contagioso?

O que acontece quando bocejamos é que outras pessoas costumam bocejar também. Você já deve ter reparado que isso é uma coisa comum e contagiante, uma pessoa começa a bocejar e outras acabam fazendo o mesmo.

Estudiosos afirmam que isso acontece porque uma complexa rede de neurônios dentro do nosso cérebro que está ligada à empatia, imitação e comportamento social é ativada. Eles são conhecidos como os neurônios-espelho.

O efeito é maior quando estamos e vemos pessoas que conhecemos bocejando, ou quando estamos em um mesmo ambiente com pessoas que bocejam.

Aliás, sabia que isso vale até mesmo para os cachorros quando eles estão perto dos donos?

O que acontece quando bocejamos

Existe algum perigo em bocejar demais?

Nenhum, porque nós bocejamos para demonstrar que o nosso corpo não está numa situação confortável. E o bocejo ajuda a espantar a preguiça e aumentar a sua disposição.

Você pode diminuir os bocejos com uma boa xícara de café ou jogando um pouco de água fria no rosto. Mas, nada de fazer isso logo antes de dormir. Aproveite a sua sonolência para dormir mais rápido.

Ah, quem possui algum distúrbio no maxilar ou ATM pode tomar um pouco mais de cuidado, somente para não sentir dores ao bocejar. Nesses casos, é importante que você procure algum médico para evitar dores futuras.

Agora você já sabe o que é o bocejo, porque bocejamos e o porquê do bocejo ser contagioso. Se quiser saber mais curiosidades do sono e informações sobre o sono e como dormimos, então leia os outros textos em nosso blog.


Confira: