Por mais que você não consiga enxergar nenhum dos dois, ambos causam doenças graves. Já houveram, historicamente, epidemias causadas por ambos e este ano, o aparecimento de um novo vírus tem assustado a todos ao redor do mundo. Mas você sabe qual é a diferença entre vírus e bactérias? Qual é o mais patológico?

Em suas estruturas, ambos são bem diferentes. Porém, a facilidade e rapidez em se multiplicarem em períodos curtos de tempo é presente nos dois. Muitos estudos sobre os vírus e bactérias se relacionam com base do ser humano e a partir dos benefícios e malefícios que eles podem trazer a nossa vida. Hoje, vamos tirar algumas dúvidas sobre a diferença entre os vírus e bactérias, confira!

Afinal, qual a diferença entre vírus e bactérias?

Podemos classificar as bactérias como um microrganismo autossuficiente. Mas o que isso significa? Eles são compostos por uma única célula que contém tudo que precisam para viver: genoma e estruturas celulares que produzem as proteínas, abastecendo-as assim, com energia. Desta forma, o seu metabolismo é suficiente para que elas se multipliquem. É importante dizer que as bactérias nem sempre são prejudiciais à nossa saúde. Muitas delas nos ajudam e são essenciais para o funcionamento do nosso corpo!

Existem diferentes tipos de bactérias e muitas delas são causadoras de graves doenças: tuberculose, cólera, tétano e difteria são exemplos de algumas doenças causadas. Elas estão presentes nos mais diversos ambientes como no ar, na água e até mesmo dentro de outros seres vivos.

Assim como os seres humanos, as bactérias possuem apenas o DNA no material genético e desta forma, são mais estáveis.

O que são bactérias patogênicas?

Como citamos acima, existem algumas bactérias que ajudam no funcionamento do corpo humano. Porém, as bactérias patogênicas não se encaixam nessa categoria. Essas são as bactérias que causam as doenças. Elas atacam o nosso organismo e podem causar sérios problemas durante o seu processo de desenvolvimento e multiplicação.

Algumas dessas bactérias patogênicas são facilmente e naturalmente eliminadas por nossas células de defesa que reconhecem aquele microrganismo estranho. Porém, quando há deficiência nas células para combater essas bactérias, se faz o uso dos antibióticos para o tratamento das doenças causadas.

Lembre-se: o uso de antibióticos deve ser feito sob recomendação médica e é extremamente necessário seguir como será feita essa recomendação. Leia também: Remédios para dormir: Efeitos colaterais.

A importância das bactérias

Por muitas razões, quando falamos de bactérias as pessoas sempre as associam a coisas ruins. Porém, nem todas elas são vilãs! 

Você sabia que existem algumas bactérias que ajudam na flora intestinal? Elas garantem que o nosso intestino funciona da maneira correta. O corpo humano é povoado por bactérias desde o primeiro momento da vida mesmo sem estar doente. 

Mas e o vírus? Qual a diferença?

Nós vimos bastante informações sobre as bactérias, mas… e os vírus? Você sabe diferenciar uma doença causada por vírus e uma causada por bactéria?

Os vírus, ao contrário das bactérias, não são células, mas sim partículas infecciosas. Para muitos cientistas, os vírus não são considerados seres vivos. Eles precisam de outras células para multiplicar o seu material genético. Podemos afirmar que os vírus precisam de um hospedeiro. Eles são incapazes de se se dividir e produzir energia sozinhos.

Os vírus invadem uma célula saudável e alteram o seu funcionamento. Quando a célula saudável é afetada, ela deixa de cumprir com suas funções dando oportunidade ao vírus de assumir o controle replicando o seu material genético. Doenças como AIDS, hepatite, dengue, catapora e sarampo são causadas por vírus. Leia também: Tudo sobre o coronavírus!

Sofrem maior mutação

Os vírus por sua vez, sofrem maior mutação. Então, por mais que ambos, bactérias e vírus, sejam bem parecidos na forma que agem no corpo humano, os vírus sofrem maiores alterações genéticas. Eles podem, não só guardar informações no DNA mas como conseguem guardar também informações no RNA.

Então, dessa forma, torna-se mais difícil combater os vírus. A transmissão das viroses se dá tanto de pessoa para pessoa, como por objetos e comidas contaminadas. Saiba também: Como se prevenir do novo coronavírus!

Apesar de serem bem diferentes, ambos causam sintomas iniciais bem parecidos: tosses, febre, inflamações, diarreia, fadiga, espirros. Todos esses sintomas é o nosso corpo e células brigando contra o que está nos atacando e suas infecções.

Previna-se!

Qual a diferença entre vírus e bactérias?

A melhor forma de evitar as doenças causadas por bactérias e vírus é se prevenindo. As vacinas, em sua grande maioria, funcionam como uma forma de prevenção. Por conta da mudança genética rápida dos vírus, é mais difícil desenvolver um remédio que combata e anule-os.

Outra maneira de se prevenir consiste na limpeza dos ambientes e superfícies, boa alimentação e hidratação, sem falar de quão é importante lavar bem as mãos. Você também pode evitar contato com outras pessoas se estiver doente. Cobrir a boca e o nariz ao espirrar ou tossir e, nos tempos atuais, até mesmo usar máscara vai ajudar a conter a disseminação de doenças. Leia também: Como limpar lençóis.

E aí, tiramos algumas das suas dúvidas sobre os vírus e bactérias?

Não deixe de conferir nosso artigo sobre como fortalecer o sistema imunológico em casa durante o isolamento e se cadastrar para receber mais conteúdos como esse! 

 


Você sabia? A Sono Quality é a única empresa da América Latina que trás um colchão com o sistema de tratamento zero bactérias! Não deixe de conferir!